As obrigações e atividades do dia a dia no trabalho do gestor ambiental demandam bastante atenção e cuidado, visto que o setor ambiental é uma peça importante para todas as pessoas. A relação do homem com o meio ambiente tem tido um destaque cada vez maior na sociedade e o papel do gestor ambiental de cuidado e responsabilidade com o ecossistema torna-se cada vez mais relevante.

Dentre as diversas atividades desenvolvidas pelo analista de meio ambiente está a necessidade de planejar e realizar ações que lidam com a questão ambiental, tais como: licenciamento ambiental, estudo de impacto ambiental e geoprocessamento. A realização destes projetos, por sua vez, pode ser facilitada através de um sistema de gestão ambiental.

Sistemas de gestão ambiental são ferramentas que possibilitam a gestores e empresas a avaliação e controle de impactos ambientais e atividades de um projeto, empreendimento ou operação.

A gestão ambiental em grandes empreendimentos

Quando lidamos e trabalhamos com obras que geram um grande impacto ambiental, é mais do que necessário pensar em um plano de gestão ambiental eficiente e que beneficie não só o empreendedor e o projeto, mas a sociedade como um todo.

Uma das consequências mais graves que se pode ter com a não implementação de um plano de gestão ambiental é justamente o risco de desastres ambientais, que pode dizimar toda fauna e flora do local do empreendimento.

É por isso que o gestor ambiental deve ter muita cautela ao elaborar e executar o plano de gestão ambiental, pois, caso algo fuja do previsto, os efeitos podem gerar inúmeros danos sociais e econômicos.

Porém, mais do que ter o controle do plano de gestão, é preciso que os documentos e ferramentas de gestão ambiental sejam de conhecimento de todas as partes envolvidas no desenvolvimento do projeto. Além disso, também é fundamental que tais dados possam ser acessados de maneira simples e fácil para que haja um gerenciamento eficiente de tudo que está sendo executado no empreendimento.

Por que investir em um sistema de gestão ambiental?

A execução de um plano de gestão ambiental, como dissemos anteriormente, é de extrema importância para o sucesso de projeto e dele dependem ações de preservação ao meio ambiente e gestão de recursos naturais.

Mas o andamento e fluxo de trabalho nem sempre dependem tão somente da organização dos gestores. É necessário que a comunicação das equipes e os projetos realizados em campo estejam alinhados e de acordo com as expectativas do empreendedor. E é aqui que o sistema de gestão ambiental entra.

O investimento em um sistema de gestão ambiental (SGA) facilita e integra o trabalho das equipes de campo e do escritório, uma vez que tudo que acontece no ambiente onde o empreendimento está sendo construído pode ser acessado pelas equipes internas através do sistema. Da mesma forma, quando há a necessidade de algum documento que esteja no escritório, ele pode ser facilmente obtido pelas equipes de campo pelo sistema de gestão.

O SGA também é uma ferramenta que contribui para revisões gerenciais quando necessárias e para a melhora contínua e aperfeiçoamento do trabalho de todas as equipes envolvidas no projeto.

Outras vantagens do sistema de gestão ambiental

Além da facilidade de comunicação e integração das equipes e do aperfeiçoamento do trabalho operacional, o uso de um sistema de gestão ambiental também gera benefícios em diversas áreas de um empreendimento – como o setor financeiro e de stakeholders.

A questão financeira é melhorada em aspectos como a não aplicação ou minimização de multas, com o cumprimento de regras ambientais; a eficiência nos processos também é um dos geradores de economia, bem como com a utilização racional de recursos, tanto os naturais quanto os que venham a ser utilizados na obra.

Quanto aos trabalhos com stakeholders, o registro em um sistema de gestão ambiental do público externo (cidade ou localidade na qual será construído o empreendimento) facilita a coleta de informações do meio físico, biótico e socioeconômico. A participação dos stakeholders serve para compreender, levantar e extrair as funcionalidades e mecânicas necessárias para a complementação do sistema a ser aplicado.

Fique atento ao nosso Radar Ambiental – os melhores conteúdos da CARUSO diretamente no seu e-mail.