Entre os dias 26 e 28 de junho, a VIEX realizou em São Paulo a segunda edição do Congresso Ambiental. Com mais de 900 participantes e 107 palestrantes, o evento foi um grande sucesso e contou com uma intensa programação com 29 sessões temáticas e duas sessões sociais.

O congresso é o grande encontro de líderes do setor do meio ambiente e contou com a participação de autoridades do governo, especialistas das áreas social, ambiental e histórica, líderes ambientais de empresas, entre outros. Com pautas importantes para o setor socioambiental – crises e acidentes ambientais, relatórios de sustentabilidade, licenciamento ambiental, inovação e tecnologias, relacionamento com stakeholders – a conferência ainda ofereceu trilhas de sessões paralelas, com conteúdo técnico, para um público de somente 20 pessoas. Entre as trilhas, destacamos o workshop “Inteligência Artificial aplicado aos Estudos Ambientais”, oferecido pela Caruso Jr.
Além das trilhas de conteúdo, nesse post vamos colocar outros destaques do que teve de melhor no Congresso Ambiental. Confira!

Legislação e licenciamento ambiental

Um dos pontos mais importantes para quem trabalha na área ambiental certamente é a questão da legislação e do licenciamento. Por isso não poderíamos deixar de destacar o assunto, em especial nos painéis “Avaliações ambientais estratégicas e integradas e suas interfaces com o licenciamento ambiental” e “Licenciamento Ambiental”, que aconteceram no segundo dia de congresso.

No primeiro painel, que teve a presença de Delfim Rocha, diretor executivo da Ferreira Rocha, Marilia Melo, diretora geral do Instituto Mineiro de Gestão de Águas, o advogado Ricardo Carneiro, sócio da Ricardo Carneiro Advogados, e Ronaldo Cavalcanti, diretor da Diversa Consultoria em sustentabilidade, foram tratadas questões relativas às AAEs e AAIs.

A mesa não só conceituou as Avaliações ambientais estratégica e integrada, mas também abordou a questão legal, as diferenças, funções e áreas em que se aplicam tais avaliações.

Já o painel sobre “Licenciamento ambiental” trouxe Joana Cruz, diretora da Azurit Engenharia e Meio Ambiente, Germano Luiz Gomes Vieira, secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – Semad/MG, os advogados Alexandre Sion, sócio fundador da Sion advogados, e Priscila Artigas, da Milaré advogados e Daniela Giacobbo, assessora da presidência do IBAMA. Aqui, os palestrantes trataram de temas acerca da legislação ambiental, sua importância e os desafios encontrados no setor.

Programas ambientais

O painel de Programas Ambientais trouxe diversos profissionais que trabalham com os desafios no trabalho de campo e as soluções implementadas por suas empresas. Com participação de Luciano Cota, diretor da Azurit Engenharia e Meio Ambiente, Filipe Barolo, gerente de sustentabilidade da cervejaria AMBEV, Eduardo Sakamoto, gerente de meio ambiente da Alupar, Eduarda Dworakowski, gerente de qualidade e sustentabilidade da Red Bull, Helio Mattar, diretor presidente do Instituto Akatu, e a CEO da Caruso Jr., Maria Isabel Silva.

Além de apresentar os propósitos e oportunidades decorrentes dos programas ambientais, Maria Isabel também pode explicar sobre o sistema de gestão Caruso Jr., que através da plataforma webGIS facilita a integração do trabalho de campo com os demais setores da empresa, criando uma cultura que preza pela entrega de resultados, não só pensando no relatório final, mas no gerenciamento do empreendimento como um todo.